Efecto Mariposa de Patricio Vivo

FILE Vitória – TOQUE AQUI

Por João Aires

O FILE é o maior evento de arte eletrônica da América latina. A edição de 2017 do FILE VITÓRIA  chama-se TOQUE AQUI. Acontece em Vitória, Espírito Santo, e inaugura o novo espaço expositivo do SESI.

A mostra, com a curadoria de Ricardo Barreto e Paula Perissinotto, reúne obras de artistas de 14 países, com 8 instalações interativas, 4 games e 20 animações. Tem a intenção de aproximar a tecnologia da arte. A proposta desta edição em Vitória, como o nome indica, traz obras interativas, exceto as animações do Anima File.

Nesta edição podemos experimentar a realidade aumentada com uma instalação chamada Fated Ascent, do Francês Donald Abad, em que a proposta é procurar, através de um tablet, escaladores numa pilha de pedras ou voar num balanço por um universo imaginado e criado por Christin Marczinzik e Thi Binh Minh Nguyen, com um óculos de realidade virtual, na instalação Swing.

Também chama a atenção o tapete The Flooor de Hakan Lidbo e Max Björverud. A obra consiste num tapete que o visitante pode pisar em círculos que estão assinalados e assim fazer a sua própria música eletrônica. Esta instalação se destaca pela forma como é apresentada e também pela forma como as pessoas interagem com ela, saltando de círculo em círculo, muitas vezes e com ritmo.
Karina Smigla-Bobinski da Alemanha apresenta a obra intitulada Simulacra, que consiste em quatro monitores Lcd montados em cubo oco e preenchidos por vários cabos e caixas de som.

As imagens dos LCD não são visíveis a olho nu, devido ao fato de a artista ter tirado as películas polarizadoras. Só é possível ver através de lentes – que estão penduradas – as imagens de um corpo dentro de um líquido branco.
Outra obra com grande impacto visual é Ada de Karina Smigla-bobinski: uma esfera flutuante com 2 metros de diâmetro com carvões presos na sua superfície que flutuam através do hélio, formando desenhos nas paredes brancas. É um convite ao visitante que tenta conduzir e controlar a dinâmica deste curioso objeto.

Dentro da realidade virtual está The Night Café de Mac Cauley, que consiste numa viagem dentro do universo pictórico de Vincent van Gogh com um controle e óculos VR.

Efecto Mariposa, de Patricio Gonzalez Vivo, é mais uma instalação interativa que nos dá a oportunidade de explorar a destruição e a criação, recriando os acontecimentos pós-catástrofes num mapa tridimensional topográfico através de uma caixa de areia e uma projeção que muda as cores dependendo da altura da areia em tempo real.

Entre estas obras havia muitas outras com destaque para os Games e para o File Anima+. Percebemos, nesta visita, o grande potencial criativo da tecnologia, que promete fazer uma verdadeira revolução digital nos próximos anos. Estaremos atentos e trazendo para o Sítio tudo o que encontrarmos de relevante em arte digital no mundo.

“O objetivo é criar as condições para que os artistas apresentem obras que liguem a poética da arte com a tecnologia, e como é que a criatividade tecnológica se junta com a criatividade artística”. Essa é a proposta do File, segundo o curador Ricardo Barreto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO...