Cassia Aresta

Cassia Aresta trabalha o conceito de espaço / tempo através de linguagens construtivas, escolhidas por afinidade espontânea. São sensações óptico-sensoriais, através de estruturas geométricas, que desenvolvem relações espaço-tempo. Tais estruturas form-yielding.

O conceito é encontrado na interação dos planos, das delimitações, das linhas, das cores e da superfície. As formas podem ser lidas como planos e vice-versa, que, por sua vez, são superfícies. Como superfícies, a ação pictórica apresenta-se muito sutilmente, por ser lisa. Quando surge uma linha na intersecção dos planos, a posterior desenvolve tensões espaciais. É neste momento que eu determine o tempo, que às vezes é definido pelo movimento das linhas na obra em série; ou, às vezes, por lacunas do mesmo, dando ritmo; ou, às vezes, pela divisão das cores.

A cor, às vezes, é a linguagem autônoma atuando como protagonista.

O branco e o preto, quase sempre presentes, são também luz e sombra, são espaços, conceitos. A predominância da forma torna o trabalho real. É quando ela atinge sua plenitude.

“Acredito que a poesia do meu trabalho reside no campo da percepção, criado como formulações matemáticas que induzem o observador a participar do projeto construtivo como uma viagem introspectiva dentro de si mesmo.”

Eventos ministrados

  • Fora do Sítio – Banco Mural

    Um novo banco Mural será inaugurado no  Jardim Botânico de Florianópolis! O projeto Banco Mural é composto por dois banc...