Poéticas Algorítmicas de Ignazio Lucenti

Data
De 29/09/17 até 11/10/17
Onde
O Sítio
Mais detalhes

Inscrição Gratuita

VERNISSAGE: 29/9 das 19h às 22h

VISITAÇÃO: Até 11/10 (quarta, quinta e sexta das 16h30 às 21h

ENTRADA GRATUITA

SOBRE A EXPOSIÇÃO

No seu processo criativo Ignazio está interessado em explorar algoritmos que descrevem fenômenos físicos, biológicos e químicos. Pessoalmente, o artista a admira a capacidade da ciência para entender e descrever a natureza através de fórmulas elegantes, para depois as adequar a intenção artística. “É fascinante usar e ajustar essas fórmulas, transformando-as, através da codificação, em peças de arte visual.”

Nos seus projetos generativos, geralmente o primeiro passo é a observação de algum processo natural, em particular a fascinação pelo conceito de emergência: a ideia de que a aplicação de um conjunto de poucas e simples regras, comportamentos muito interessantes e complexos podem surgir, mesmo comportamentos que se assemelham a inteligência e intencionalidade.

Via de regra, o desenvolvimento de uma animação parte de um princípio ou algoritmo que interessa. Depois de estudá-lo, o artista tenta imaginar como isso pode dialogar com o trabalho visual e poético.
O resultado são animações imersivas que nos remetem para a mecânica de fluidos e nos embalam numa espécie de quarta dimensão em que o tempo e espaço são manipulados a fim de gerar imagens quase hipnotizantes.

A curadoria da exposição é de João Aires.

SOBRE O ARTISTA

Iganzio Lucento é designer de movimento e desenvolvedor radicado em Milão. Se formou como um designer de produto mas quase imediatamente dirigiu seus interesses para o design gráfico de movimento e design algorítmico. Em 2017, co-fundou uma revista on-line sobre as interseções entre arte, moda, design e arquitetura, que mais tarde foi exibido no Triennale Design Museum e nomeado para o prêmio “Compasso D’Oro”, o prêmio de design italiano mais importante. No mesmo período, começou a trabalhar como designer de movimento freelancer. Interessou-se pela técnica de mapeamento arquitetônico e teve a oportunidade de trabalhar em algumas projeções como diretor de arte e animador 3D.

Em 2011 juntou-se ao Recipient, um coletivo focado na produção de obras colocadas em um espaço entre arte e tecnologia. Com o Coletivo Recipient, trabalhou em várias fachadas de edifícios, mapeando e instalações interativas, tanto para clientes comerciais quanto em contextos artísticos. O trabalho foi exibido em vários países, como China e França. Em 2014, recuperou o interesse pela codificação e começou a desenvolver trabalhos interativos e generativos em tempo real. Alguns deles foram exibidos em festivais e online, em uma série web com curadoria do museu Pompidou de Paris.

Algumas obras do artista podem ser vistas em: www.recipient.cc , www.himom.it , vimeo.com/ignaziolucenti