EN PT

Abertura Exposição Bienal de Curitiba : Intersecções Com a Paisagem

A Galeria Digital O Sítio, recebe para mais uma exposição de 2019, a obra Intersecções Com a Paisagem, um compilado de videoarte, escolhidos pelas curadoras da Bienal de Curitiba, Francine Goudel e Juliana Crispe. Serão exibidos filmes com a estética do cinema experimental que ficam em cartaz na nossa galeria até 9 de novembro.

Artistas participantes:
Bento Ribeiro B`Ro, Bianca Scliar e Lab. Ei. Laboratório de Ensaios e Imprevistos, Bruna Ribeiro, Caio Villa de Lima, Carla Linhares, Carol Garlet, Coletivo Dual (Alê Abreu e Álvaro H. Fieri), Cristina Luviza Battiston, Diana Chiodelli, Evandro Machado, Gabriel Guaraciaba, Manuela Valls, Marcos Serafim, Steevens Simeon e Zé Kielwagen, Marcos Walickosky, Osmar Domingos, Silvana Leal, Vanessa Neuber, Violeta Sutili e Wladymir Lima.

Texto curatorial:
A exposição coletiva de vídeo-arte “Intersecções com a Paisagem” propõe apresentar e problematizar dentro do campo artístico as diversas possibilidades da paisagem na contemporaneidade. A proposição, realizada para a 14ª Bienal Internacional de Curitiba – Polo SC é a 3ª edição da mostra concebida por Juliana Crispe e foi concebida em uma chamada direcionada aos artistas que nasceram ou vivem e produzem em Santa Catarina.

O objetivo é democratizar o acesso e dar visibilidade a vídeo-arte que se produz no estado dentro do tema proposto em seu título. A exposição das obras selecionadas foi idealizada para o espaço O Sítio – Arte e Tecnologia, em Florianópolis, que privilegia a produção artística ligada aos processos tecnológicos.

Entre fronteiras múltiplas, o que norteia a curadoria da exposição – ou desorienta – é a relação entre paisagens de campos distintos, quebrando paradigmas estabelecidos pela história da arte. A memória, o corpo, as relações geográficas, biológicas, históricas, se imbricam em uma mostra que tem por objetivo pensar as extensões da paisagem.

Propõe-se rupturas do contemplativo dessa modalidade, para provocar novos modos de ver, perceber, sentir a paisagem, bem com suas invenções, suas navegações.

Na arte contemporânea, a paisagem torna-se uma construção aberta, que extrapola a noção de natureza e se reinventa em outras experiências que perpassam a relação de contemplação e de uma realidade, transgredindo ou interrogando os espaços; quebrando, cruzando fronteiras e reinventando territórios.

Texto e curadoria Francine Goudel e Juliana Crispe

Bienal de Curitiba
Exposição: Intersecções Com a Paisagem
Abertura: 17/10, às 19h
Visitação: de 18/10 a 9/11 (quartas, quintas e sextas das 17h Às 21h e aos sábados das 14h às 20h)
Entrada franca

Curadoria: Francine Goudel e Juliana Crispe

Realização: O Sítio Arte e Tecnologia e Ally Collaço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Próximos Eventos

Posts Relacionados