EN PT

Exposição À Deriva Sonora

Autor:

Na oitava exposição a entrar em cartaz, na Galeria Digital do O Sítio, Rodrigo Ramos propõe o trabalho intitulado À Deriva Sonora.

O artista tem em sua pesquisa a busca pela materialidade sonora e utiliza como interface de som o espaço público (urbano ou natural). Ouvindo os objetos cotidianos como instrumentos sonoros ou recriando aparatos de escuta da Primeira Guerra Mundial, Rodrigo Ramos o convida para uma deriva em seu imaginário sonoro que preza por um apelo tátil e lúdico.

A exposição reúne as obras: À Deriva Sonora, Espelho Sonoro, Roduchamp e Ping Pong.

À Deriva Sonora cria paisagens sonoras a partir de lugares públicos e objetos do cotidiano. Bancos, grades, pontes, árvores e riachos são possíveis instrumentos nas composições em que o artista mapeia em seus lugares de criação enquanto sai à deriva em busca de sons e materialidades. Derivas realizadas na Chapada da Diamantina, Florianópolis, Criciúma e Boston estão nessa exposição.

O Espelho Sonoro consiste em uma releitura artístico-tecnológica de um localizador de som acústico usado durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). É um projeto de mapeamento sonoro com a intenção de proporcionar uma experiência imersiva nas paisagens sonoras da cidade.

Roduchamp pretende a reinvenção da roda da bicicleta de Marcel Duchamp. Utilizando de peças encontradas na rua, Rodo refaz a obra de Duchamp e cria uma interação audiovisual a partir do objeto.

Ping Pong transforma uma quadra de tênis de mesa em um instrumento musical. Ping Pong

Boa Deriva Sonora!

Biografia:
Rodrigo Ramos é formado em Cinema pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com mobilidade acadêmica na Universidade Federal Fluminense (UFF). Atua na área cinematográfica como diretor, roteirista, editor de imagem, técnico de som e sound designer em diversos filmes. E atua em diferentes áreas artísticas: Performer e sound designer do ERRO Grupo de teatro desde 2012; Integrante do R.I.S.C.O (Reunião Inusitada de Som, Computadores e Outros); artista visual/sonoro no projeto “Espelhos Sonoros” (vencedor do edital Elisabete Anderle de artes visuais). Sua pesquisa atual reside na criação de música eletroacústica e paisagens sonoras com sons urbanos no projeto de mapeamento “À deriva sonora”.

www.rodosound.com

Exposição
À Deriva Sonora de Rodrigo Ramos
Abertura: 01 de Agosto às 19h
Visitação: de 02 à 17/08 (sempre às quartas, quintas e sextas das 17h às 21h e aos sábados das 14h às 20h)
Entrada franca

Realização: O Sítio
Organização: João Aires
Produção: João Aires, Bruno Castilho, Ighor Duarte e Sérgio Reis
Comunicação: Paulo Abarno e Eduardo Cavalcanti
Design: Oarteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *