EN PT

Exposição Hambúrguer de Diego de los Campos

Um sanduíche do McDonald’s é disposto num arranjo similar a uma natureza morta a ser pintada, mas em vez disso, é fotografada até sumir. Supondo que o “lanche feliz” fosse desaparecer em trinta dias, o intervalo entre as fotografias foi calculado para gerar uma animação (time lapse) de 10 minutos. Mas o Hambúrguer persiste.

Este, em particular, é o não-alimento do não-lugar, feito com não-carne, não-pão, não-queijo, etc. Esterilizado, em vez de apodrecer, fungos o cobrem e colônias de animais se instalam nele, e começa então um esforçado processo de demolição que dura 8 meses. Lentes macro são utilizados, e da natureza morta passamos à paisagem, onde na floresta de fungos, pequenos animais transitam num dinamismo urbano de urgências vitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *