EN PT

Exposição Pão e Pedra, Palavra-miragem de Raquel Stolf

Autor:

Exposição Pão e Pedra, Palavra-miragem
Abertura: 21 de Agosto, às 19h
Visitação: De 22/08 à 13/09 (quartas, quintas e sextas das 17h Às 21h e aos sábados das 14h às 20h)
Entrada franca

Em mais uma exposição na Galeria Digital O Sítio, entra em cartaz o trabalho de Raquel Stolf, artista, pesquisadora e professora de Graduação e Pós-graduação em Artes Visuais da UDESC, aqui em Florianópolis.

A abertura acontece no dia 21 de agosto, uma quarta-feira, a partir das 19h30. A exposição fica aberta à visitação até o dia 13 de setembro, e durante esse tempo, algumas ações vinculadas a exposição vão acontecer com a artista aqui no O Sítio.

Sobre a exposição

pão e pedra, palavra-miragem
Raquel Stolf

“Palavra também é coisa – coisa volátil que eu pego no ar com a boca quando falo.”
Clarice Lispector

A exposição pão e pedra, palavra-miragem apresenta alguns projetos artísticos que investigam relações entre palavra (voz escrita e falada) e silêncio enquanto possibilidades de concretude, mas também de uma espécie de miragem ou “coisa volátil” – uma ficção concreta. Agrupa trabalhos em áudio, escrita-desenho e vídeo que dão continuidade ao processo de colecionar silêncios (silêncios de fundos de lagos, lagoas, brejos), trabalhos que consistem em ações-proposições de escuta (abafador de ruídos e sou toda ouvidos), ou em experiências com processos de escrita (o diário sonoro, a lista, notas-desenhos de escuta, palavra-partitura), mas também projetos em que venho testando a presença, indicação ou situação “pedra”, enquanto “coisa que concentra muitas outras coisas” (Gonçalo Tavares). Pedra enquanto âncora de relações ou oscilações entre uma concentração dispersa e uma dispersão concentrada. Algumas perguntas ressoam nesse processo: como acontecem as intersecções entre pedra, palavra, silêncio, pausa, esquecimento e registro? Quais as relações entre memória, coleção, diário e essa concentração dispersa/dispersão concentrada?

Integram a exposição: projeto lacuna [silêncios de lagos, lagoas e brejos] (proposições sonoras e notas-desenhos de escuta) e projeto lacuna [escuta aérea] (instalação: vídeos e sons); notas oblíquas [sob uma coleção de silêncios] (anotações sobre o processo de colecionar, escrever e gravar silêncios – escuta em fone); abafador de ruídos (proposição/ação: caminhada nas Dunas da Lagoa da Conceição, com abafadores de ruído); sou toda ouvidos (proposição-publicação sonora); palavra-miragem (publicação sonora e instalação); locuções inesperadas (cartazes, ação e camisetas); diário alterado (publicação impressa); áudio-guia (falas sobre/sob); pedra branca (instalação); cigarra (instalação sonora no jardim) e pão e pedra (instalação: vídeo, pedra, 3 pães de 2000 ou 2001).

Agradecimentos: Anna Stolf, Helder Martinovsky, Julia Amaral, Carolina Moraes, Marcia Franco, Marcos Gorgatti, Michal Kirschbaum, Matheus Abel, Silfarlem Oliveira, Bianca Tomaselli, equipe do projeto anecoica (DAV/PPGAV/UDESC), editora Nave, OSítio e equipe do Atelier Digital OSítio.

Atividades durante a exposição:

31/08/2019, 9h00: Proposição-ação abafador de ruídos (caminhada com abafadores na Dunas da Lagoa da Conceição).

10/09/2019, das 19h-21h: conversa de ar, proposição (em datas flutuantes) com falas de artistas participantes da equipe da publicação anecoica: Anna Stolf, Bianca Tomaselli, Carolina Moraes, Daniela Avelar, Debora Santiago, Djuly Gava, Franciele Favero, Julia Amaral, Manuela Valls, Mariana Berta, Mia Rodrigues, Michal Kirschbaum, Priscila Costa Oliveira, Rachel Lima e Silva, Raquel Stolf e Silfarlem Oliveira, Tina Merz. Apoio: equipe OSítio, Manuela Valls e Rachel Lima e Silva.

Lançamento e distribuição da publicação anecoica (2017). Esta edição da publicação anecoica foi proposta pelo Projeto de Ensino “Publicação Anecoica e exposição-audição Espécies de escutas”, desenvolvido nas duas turmas da disciplina Instalação Multimídia, ministrada por Raquel Stolf e Bianca Tomaselli nos cursos de Graduação em Artes Visuais, e desenvolvido na disciplina Processos de escrita / Escutas de processo, ministrada por Raquel Stolf no curso de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Florianópolis, em 2017. O projeto é coordenado por Raquel Stolf e desenvolvido no CEART/UDESC desde 2014. anecoica investiga usos heterogêneos do som e do texto, conceitos e experiências de silêncio/ruído, espaços sonoros, modos e modulações de escuta articulados em proposições artísticas.

– – –
Sobre Raquel Stolf

www.raquelstolf.com
https://soundcloud.com/raquelstolf

Organização: O Sítio Arte e Tecnologia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *