EN PT

O Sítio Apresenta: Mostra Múmia

O projeto Terça Cultural, aqui no O Sítio, convida você para curtir uma noite dedicada a videoarte. Passando pelo cinema experimental, curtas, longas e até animações, dando oportunidade para artistas compartilharem sua arte e assim abrir, mais ainda, as referências para quem já se interessa, ou quem está entrando agora, nesse universo.

Após receber André Parente, com a Mostra de Videoarte Circularidade do Afeto e da Paisagem. Na próxima terça recebemos as animações da Mostra Múmia, uma reunião de curtas de diversas partes do mundo, trazendo questões do nosso cotifiano.

RECOMENDADO PARA MAIORES DE +16 ANOS.

Fique ligado na nossa programação!

Sobre o evento:
A animação contemporânea mundial prima pela extrapolação da imaginação e por tocar em assunto pertinentes sociedade atual de maneira lúdica travestido pôr uma sedução plástica, os filmes usam da subversão de imagens impactantes para atingir em profundidade imediata o espectador.

Nessa reunião de curtas vindo de várias partes do mundo traz um painel dessas questões tão pungentes . Da questão de assassinato e da imigração do francês Riot de FranK Terrier á uma aventura erótica e macabra do belga Juleitte de Lora D’Addazio.

Sunscapades do britânico Ben Mitchel apela para o humor escrachado, bizarro e cômico, quase ao contrário de Heads Togheter dos holandeses Job, Joris & Marieke ( a mesma turma que já tinha encantado o mundo da animação pela inteligentíssima e curtíssima animação A Single Life) vem com um humor mais contido ao contar a mistura de personalidades nesses que ganhou Prêmio de público de curta-metragem do Grande Prêmio do Festival Internacional de Cinema Infantil de Nova York em 2017. Apesar de ser um filme infantil, essa animação segue a tendência de também agradar ao público adulto.
Já no curta coletivo francês Hooked é mostrado um mundo sufocante através da relação submissa em um mundo diatópico. Da França também Bal de Princess subverte um conto de fadas conhecido.

A animação brasileira vive um bom momento com obras de reconhecida qualidade feita em várias partes: São Paulo, Goiânia, Minas Gerais e uma premiada animação de Santa Catarina.

Filmes:
Riot, de FRANK TERNIER (França, 2017) | 13’26”
Juliette, de Lora D’Addazio (Bélgica, 2016) | 6’37”
O Evangelho Segundo Tauba e Primal, de Márcia Deretti & Márcio Júnior (Brasil, 2018) | 11’25’’
Sunscapades, de Ben Mitchell (Reino Unido, 2018) | 5’14”
Heads Together, de Job, Joris & Marieke(Holanda, 2017) | 20’54”
8 Patas, de Fabrício Eduardo Rabachim (SP, 2017) | 2’25’’
Hooked, de Lucil Lepeuple, Margot Cardinael, Zoé Caudron, Benjamin Bouchard, Camille Gras, Marine Boudry (França, 2017) | 8′
Almofada de Penas, de Joseph Specker Nys (Brasil, 2018) |12’17’’
Le Bal des princesses, de Nicolas Bianco-Levrin (França, 2018) | 2’43”
Contrastes – Impressões de Israel, de Jackson Abacatu (Belo Horizonte, 2018) | 10’

Biografia do Curador:
Sávio Leite (Brasil, 1971) Estudou Comunicação e é Mestre em Artes Visuais pela UFMG. É diretor de curtas-metragens, professor de cinema de animação no Centro Universitário UNA e coordenador de workshops de vídeo e imagem, tendo colaborado ainda em vários projetos cinematográficos. Seus trabalhos foram apresentados e premiados em importantes festivais ao redor do mundo. Nominado três vezes ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Foi júri em festivais na Finlândia, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Armênia e em diversos outros no Brasil.

É curador junto ao grupo de teatro Oficina Multimédia da mostra de Cinema: cultura, arte e poder realizada há oito anos e que integra a programação do Verão Arte Contemporânea de Belo Horizonte. Fundador e um dos diretores do TIMELINE – Festival Internacional de Video Arte de Belo Horizonte. Fundador e um dos diretores da Múmia – Mostra Udigrudi Mundial de Animação. Organizador dos livros: Subversivos: o desenvolvimento do cinema de animação em Minas Gerais, 2013 e Maldita Animação Brasileira, 2015. Em 2017 lançou a coletânea MUMIA de Animações Mineiras em comemoração ao centenário da animação brasileira. Em 2018 Traduziu e publicou o livro Jorge Sanjinés e Grupo Ukamau – Teoria e prática de um cinema junto ao povo e publicou o livro Diversidade na Animação brasileira.

Filmografia: Mirmidões(2001), Marte (2003), Plutão (2004), O Vento (2004), É proibido jogar
futebol no adro dessa igreja (2004), Aeroporto (2005), Eu sou como o polvo (2006), Mercurio (2007), Terra (2008), Kombucha (2009), Nego (2010), Space Dust (2011), Macacos me mordam (2012), Tejo/tedio (2013), Saturno(2014), Marcatti (2015), Arrudas (2015), Desarquivando o Brasil (2016), Vênus – Filó a fadinha lésbica (2017)

http://leitefilmes.blogspot.com/
http://mumiabolivia.blogspot.com.br/
http://mostramumia.blogspot.com/
http://mumiainternational.blogspot.com/
http://grafitesbh.blogspot.com/
http://cinemartepoder.blogspot.com/
http://pixobh.blogspot.com.br/
http://timelinebh.blogspot.com.br/

O Sítio apresenta:
Mostra Múmia
Data: 27 de Agosto
Horário: 19h30
Entrada franca

Realização: O Sítio
Organização: João Aires e Sávio Leite
Produção: João Aires, Bruno Castilho, Ighor Duarte e Sérgio Reis
Comunicação: Paulo Abarno e Eduardo Cavalcanti
Design: Oarteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *