EN PT

Muriel Paraboni

Muriel Paraboni é artista visual multimídia, radicado no Rio Grande do Sul. Com formação em cinema e artes visuais, tem mestrado no campo da Arte e Tecnologia, pesquisando as fronteiras da imagem digital em suas intersecções com o cinema. Sua produção é marcada pela experimentação estética e de linguagem, com forte ênfase visual, combinando elementos de narrativa, poesia e abstração com temas existenciais e relações com a história da arte e da filosofia. Perpassa assim uma variedade de suportes, tais como pintura, colagem, fotografia, instalação, vídeo e cinema, muitas vezes combinando-os em processos e obras híbridas pensadas para a experiência sensorial e ambiental.

Participou de mais de 30 mostras coletivas em cidades como São Paulo, Curitiba, Joinville, Santa Maria e Santa Cruz do Sul, tendo realizado 5 mostras individuais desde 2016, entre as quais Terra (2016 e 2019), selecionada nos editais da Sala Cláudio Carriconde em Santa Maria e do Centro de Cultura Ordovás em Caxias do Sul, e Sedimentos, Erosões e Outros Acidentes Digitais (2019), selecionada no edital do Centro Cultural Santa Casa em Porto Alegre. Seus filmes e vídeos vêm sendo exibidos e premiados em festivais e mostras em mais de 20 países, como Estados Unidos, Inglaterra, México, Espanha, Portugal, Suécia, Alemanha, Áustria, Itália e França. O filme Entardecer participou de 37 festivais e recebeu 9 prêmios. Seus trabalhos mais recentes em cinema e videoarte, A Fábrica (2018) e Travessia (2019) já somam 20 exibições internacionais.