fbpx

Vinyl Jam com Marie Painni

Data
05/07/18
Onde
O Sítio
Mais detalhes

DEIXE SEU COMENTÁRIO...

SOBRE O EVENTO

Marie Painní é a artista convidada para esta edição da Vinyl Jam! Traga sua bebida e venha curtir um happy hour com muita música eletrônica no vinyl. :)

Marielle Regina Painní aka. Marie Painní, nativa de Florianópolis, onde atualmente reside, considera a música o canal de abertura para toda possibilidade artística e vivência intensamente todos os sentimentos que essa ferramenta lhe proporciona, estimulando emoções e sentidos na mescla de estilos diversos. Escolheu há dez anos a música como forma de expressão e posicionamento social. Durante esse tempo, viveu em Chicago, Portugal, Barcelona, Ibiza e São Paulo, onde transitou por diversos estilos musicais e seus respectivos públicos. Percebeu que a interação social que a música eletrônica de pista possibilita atravessa as fronteiras da percepção do mundo material de cada indivíduo, e funciona como uma “goma”, que permite uma viagem conjunta entre mundos simbólicos e aproxima seres afins. Com influências do Hip Hop, do Funk dos anos 90, da ficção científica e seus elementos sintéticos, encontrou mais recentemente na cena underground de países como Alemanha, Rússia, Hungria e Romênia as peças que faltavam para transmitir completamente sua mensagem. Iniciou sua carreira como produtora musical, dando vida ao Projeto minimalesco ZIWZIH, junto ao produtor Edo Gasparetto. O Projeto durou 3 anos e lançou faixas pelos selos chilenos Tempura Records e Aires Music; pelo selo brasileiro Deck1264 Records com o remix da música que dá nome ao EP “Emotie de Toamna”, do produtor Sebastien Eric. No décimo volume da respeitada coletânea nacional Fazedores de Som o duo também está presente, com a faixa “Space Tango”. A perspectiva atual de Marie instiga a quebra de fronteiras entre os gêneros que compõem a música eletrônica, fazendo uso de sons abstratos e utópicos, ritmos orgânicos e padrões de percussão de breaks minimalistas, composições em formas repetitivas, pads dissonantes e atmosferas urbanas; samples de House e a regularidade do Techno; trazendo a tona toda a bagagem que agregou e oferecendo espaço para o novo.